O Partido ANIMAIS lança seu slogan e Manual de Identidade Visual (MIV) no momento em que simpatizantes apoiam a coleta de assinaturas em vários estados do Brasil, como RS, SP e RJ, e o Legislativo muda a Constituição, com a recente aprovação pelo Senado da PEC 50, retrocedendo em quase 30 anos os direitos animais.

ANIMAIS optou por ter dois slogans.  O lema “Incluir e Respeitar” aponta os nortes principais da pauta do partido. “Propomos a inclusão dos vulneráveis e minorias na luta por acesso à dignidade mínima e fundamental e o respeito às múltiplas diferenças e narrativas, enquanto estas não estimularem o abuso e a exploração do outro – humano e não humano”, explica o biólogo Frank Alarcón, porta-voz de ANIMAIS.

Apresentada desde o primeiro release, a expressão “Primeiro Partido Animalista da América Latina” serve como lembrete da origem da legenda enquanto projeto político.  A jornalista Gelcira Teles, da Articulação de Comunicação, acrescenta que as mensagens dos dois slogans são indicadores afirmativos dos valores e princípios do partido, complementando e reforçando a marca. “O anúncio do lema ou grito de guerra tem o propósito de motivar seus fundadores e simpatizantes, trazendo visibilidade e identidade à iniciativa.”

Marca

Criado pelo designer Ricardo Martins, o logo do Partido ANIMAIS transmite de forma abstrata a essência de suas pautas. O símbolo é inspirado na árvore da vida ou árvore filogenética – forma acadêmica e científica de retratar a imensa variedade de organismos conhecida (e extinta) no planeta. Sua composição apresenta: uma ilustração multicolorida, ramificada e circular – que remete ao amplo registro de seres vivos; um núcleo em espiral para representar a origem comum a todos; um arco azul que sugere o planeta Terra e também os oceanos.

O símbolo estimula a elucidação do conceito primeiro da legenda: a defesa ampla dos animais não humanos em todas as suas representações biológicas, todos merecedores de respeito, em vista de todos termos uma origem em comum e usufruirmos do mesmo espaço. Assim, integra uma premissa ética fundamental (respeito a todos), um conceito cientificamente consolidado  (Evolução/Darwinisimo), sendo que o formato do planeta Terra endossa a pauta ambiental do partido.

A tipografia que acompanha a curvatura do símbolo, com a palavra “ANIMAIS” em maiúsculas, complementa o logo.  “A imagem é muito forte, criativa, e estimula a explicação de nosso conceito primeiro: a defesa de todos os animais”, finaliza Alarcón.

Por Gelcira Teles